Com Bola e Tudo

Com Bola e Tudo

Suspendam a feijoada, o Porco está vivo!

por Guilherme Barbosa, em 2016-04-04 11:20:00

Era uma tarde de domingo, o Pacaembu, estádio tradicional de São Paulo, onde execuções severas e terríveis já aconteceram, recebia um público de mais de 21 mil pessoas. Algumas, tal qual no Coliseu, pediam que a execução do Porco acontecesse ali, na frente de todos, sem piedade, outros pediam que deixassem o Porco vivo. Não se sabe se quem defendia o animal era vegetariano ou se acham que já há muito bacon no mercado.

 

 

O fato é que o Porco roncou alto, escapuliu da execução e fez um reboliço na arena, quer dizer, no Pacaembu (agora é perigoso confundirem com alguma arena de futebol). Com defesa de pênalti, Prass deu uma ajuda enorme ao Palmeiras nessa fuga. Esse, aliás, foi o nono pênalti defendido pelo goleiro, nos últimos 12 meses. Tá com moral! Também decisivo foi o meia Dudu, usando a cabeça. Enquanto o baixinho de 1,66m dava uma cabeçada na bola, que iria morrer no fundo do gol corintiano, o goleiro Cássio (do Timão) catava borboletas. Dizem que ele queria colocar mais cor no CT Joaquim Grava, onde o Corinthians treina.

 

Resultado? Vitória do Porco, que antes via o rebaixamento como possibilidade latente e agora briga pela classificação para as quartas de final do Paulistão. O Timão, que queria comer feijoada bastante rica em carne de porco, ficou chupando dedos ao final do domingo.

 

Agora, já são 4 jogos seguidos entre Corinthians e Palmeiras, em que os alvinegros não conseguem vencer. Virou freguesia. Querem CPF na nota?

 

Trave milagrosa - Para quem acredita nos poderes sobrenaturais, o jogo de ontem do Bahia, que selou a classificação do Tricolor de Aço para as semifinais da Copa do Nordeste, foi uma clara demonstração de que essas forças atuam em prol dos tricolores. Com um jogador a menos, já que Paulo Roberto foi expulso ainda no primeiro tempo da partida contra o Fortaleza, pênalti perdido por Thiago Ribeiro e seguidas bolas do ataque do Fortaleza batendo na trave, o Bahia conseguiu um empate de 1 a 1 que o colocou nas semis do Nordestão.

 

 

É amigo, estou começando a acreditar que, se der Ba-Vi na final do Baianão, o jogo vai ficar num eterno empate (entendedores entenderão...).