Com Bola e Tudo

Com Bola e Tudo

Ser campeão… Mais que receber a taça, pôr a mão numa bolada!

por Guilherme Barbosa, em 2016-12-06 12:02:00

É claro que poder soltar o grito de campeão é a melhor sensação dos torcedores em relação a seus times, principalmente em campeonatos de grande representação como a Copa do Brasil, o Brasileirão, a Libertadores ou a Copa Sulamericana. Ver o capitão da equipe levantar a taça faz a torcida explodir num orgulho de torcer para o melhor time.

 

 

A taça, porém, é um prêmio apenas simbólico, já que as premiações em dinheiro têm se tornado cada vez mais atraentes, atingindo a marca dos milhões de dólares, aqui na América do Sul.

É por isso que o título da Copa Sulamericana, concedido pela Comebol nesta segunda-feira (5) à Chapecoense se faz tão importante para o futuro da equipe. Campeã da Sul-Americana, a Chape receberá US$ 2 milhões (R$ 6,92 mi). A grana vai além disso, afinal, o título garante outras premiações. A simples participação na Recopa Sulamericana (disputada entre os campeões a da Copa Sulamericana e da Copa Libertadores da América) garante mais US$ 1 milhão (R$ 3,46 mi), e o mando de campo em três jogos da fase de grupos da Libertadores ainda renderá US$ 1,8 milhão (R$ 6,23 mi) - são US$ 600 mil por partida (R$ 2,07 milhões). Ao todo, a Chapecoense receberá R$ 16,6 mi com o título da Sulamericana.

 

 

No caso da Copa do Brasil, que será decidida nesta quarta-feira (7) entre Grêmio e Atlético-MG, o campeão poderá abocanhar ao todo (somando as premiações de todas as fases) R$ 9 milhões! Isso porque eles entraram na competição nas oitavas de final, por estarem disputando a Libertadores. Se estivessem participando desde o início, o campeão deste ano receberia um total de R$ 10,74 mi. Os valores correspondem à soma das cotas de participação nas sete fases do mata-mata, até o título. Confira a premiação fase a fase, seguindo o Ranking Nacional, que divide os times em três grupos, de modo que os melhores rankeados recebem os prêmios maiores:

1ª fase – R$ 480 mil (grupo 1) / R$ 420 mil (2) / R$ 240 mil (3)

2ª fase – R$ 600 mil (grupo 1) / R$ 480 mil (2) / R$ 300 mil (3)

3ª fase – R$ 660 mil

Oitavas de final – R$ 840 mil

Quartas de final – R$ 960 mil

Semifinal – R$ 1,2 milhão

Vice-campeão – R$ 2 milhões

Campeão – R$ 6 milhões

Cota máxima do campeão: R$ 10,74 milhões

 

 

Na Série A do Campeonato Brasileiro, não é só o campeão Palmeiras quem vai ganhar uma grana. Ao todo, R$ 60 milhões serão divididos entre os 16 clubes que não caírem para a Segundona, com o campeão ficando com R$17 milhões e o vice, R$ 10,7 milhões.

Confira quanto ficará com cada um:

Campeão - R$17 milhões

Vice-campeão - R$10,7 milhões

3º colocado - R$7,3 milhões

4º colocado - R$5,3 milhões

5º colocado - R$3,85 milhões

6º colocado - R$2,6 milhões

7º colocado - R$2,25 milhões

8º colocado - R$1,95 milhões

9º colocado - R$1,7 milhões

10º colocado - R$1,5 milhões

11º colocado - R$1,3 milhões

12º colocado - R$1,15 milhões

13º colocado - R$1 milhão

14º colocado - R$900 mil

15º colocado - R$800 mil

16º colocado - R$700 mil

 

 

A Copa Libertadores da América é, sem dúvidas, o título mais atraente. Além de representar a América Latina no Mundial Interclubes da Fifa, o campeão pode ficar com até US$ 7,3 milhões (R$ 29 milhões), ou US$ 7,7 milhões (aproximadamente R$ 31 milhões) se tiver disputado também a primeira fase (a pré-Libertadores).

Confira abaixo as premiações por fase:

Primeira fase – US$ 400 mil (R$ 1,6 milhão)

Fase de grupos (três jogos como mandante) – US$ 1,35 milhão (R$ 5,4 milhões)

Oitavas de final – US$ 750 mil (R$ 3 milhões)

Quartas de final – US$ 950 mil (R$ 3,8 milhões)

Semifinal – US$ 1,25 milhão (R$ 4,9 milhões)

Vice-campeão – US$ 1,5 milhão (R$ 6 milhões)

Campeão – US$ 3 milhões (R$ 11,9 milhões)

Essas taças estão vindo com uma dose bem interessante, hein butequeiros?!